‘Fridays for Future’: por um mundo melhor

12 abr, 2019 | Publicado por Líder em Mim

Você provavelmente já deve ter ouvido falar em Greta Thunberg, 16, a jovem adolescente sueca que iniciou uma verdadeira mobilização mundial contra as mudanças climáticas que afetam o planeta. Trata-se do Fridays for Future.

Manifestação de jovens em Berlim

Tudo começou em agosto de 2018, quando a estudante decidiu faltar às aulas durante três semanas para permanecer em frente ao parlamento sueco em sinal de protesto, cobrando ações efetivas dos políticos contra a crise climática. Durante todo esse tempo Greta postou seu dia a dia em redes sociais como o Instagram e o Twitter. Não demorou muito para que os vídeos se tornassem virais.

Afinal, quem é Greta?

A partir de 8 de setembro do ano passado, Greta decidiu continuar com o seu projeto, desta vez dedicando um único dia da semana para permanecer em greve na frente do parlamento: as sextas-feiras. Nasceu aí o movimento #FridaysForFuture (https://www.fridaysforfuture.org/), em português, “Sextas-feiras pelo Futuro”. De lá para cá a iniciativa da jovem sueca tomou proporções globais. Para se ter uma ideia, em março desse ano a greve escolar foi repetida em mais de 2 mil eventos de 123 países – no Brasil, 20 cidades tiveram protestos agendados.

A adolescente Greta Thunberg

A adolescente de Estocolmo tornou-se um fenômeno de mídia por toda a parte – e, de quebra, ainda provou para os mais incrédulos que o jovem pode sim ser protagonista do seu próprio futuro através da educação; no caso dela, em iniciativas de proteção ao meio ambiente.

Mobilização pelo meio ambiente

Desde o ano passado, Greta já discursou em eventos internacionais como a Conferência do Clima da ONU, em dezembro, e no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, no último mês de janeiro. Em março, ela foi indicada ao Prêmio Nobel da Paz por três políticos noruegueses por causa da sua atuação na agenda das mudanças climáticas.

Nasce o movimento #FridaysForFuture

Além de uma ativa militância na Internet e nas redes sociais, Greta tem inspirado pais e filhos em todo o mundo. Por causa dela o movimento se espalhou e os jovens saíram em protestos por cidades como Sydney, Bangcoc, Hong Kong, Roma, Brasília, Londres, Bogotá e Paris, entre outras.

Perigo eminente

Há cerca de 30 anos os cientistas advertem sobre as graves consequências do aquecimento global. As emissões de dióxido de carbono têm atingido níveis recorde e os especialistas afirmam que seguir despejando gases que provocam o efeito estufa na atmosfera ao ritmo atual pode resultar em um planeta impossível de viver. Para Greta, o futuro é agora. É preciso agir já a fim de evitar o pior.

Leia mais: Competências socioemocionais: como preparar os alunos?

“Os adultos ficam dizendo: ‘devemos dar esperança aos jovens’. Mas eu não quero a sua esperança. Eu não quero que vocês estejam esperançosos. Eu quero que vocês estejam em pânico”, afirma ela, ressaltando a importância da mobilização.

Para Greta, o futuro é agora. É preciso agir

Pais, alunos e professores que queiram conhecer mais o Movimento “Sextas-feiras pelo Futuro” podem, alternativamente, manter contato com Greta Thunberg através de sua página no Facebook: https://www.facebook.com/gretathunbergsweden/

Fotos: Fridays for Future/Divulgação

0 Comentários

Deixe o seu comentário!