O que são competências socioemocionais?

25 mar, 2019 | Publicado por Líder em Mim

O século 21, marcado pela globalização e automação, tem sido impactado por grandes e constantes mudanças. A sociedade, o mercado e até mesmo as formas de comunicação estão se modificando. Diante desse mundo moderno, novos desafios surgem para todos os indivíduos, especialmente para aqueles que serão protagonistas do nosso futuro: os jovens estudantes de hoje.

Com o avanço das tecnologias e o surgimento de novas profissões, a questão humana se faz presente. As pessoas são complexas e, para um desenvolvimento pessoal e profissional mais consistente, torna-se necessário incorporar estratégias e métodos de aprendizagem mais flexíveis e amplos. A saída para a educação mais assertiva está no desenvolvimento das competências socioemocionais.

O que são Competências Socioemocionais?
O que são Competências Socioemocionais?

Inteligência individual e coletiva

E o que são essas competências socioemocionais? De acordo com Oliver John, pesquisador da Universidade da Califórnia, em Berkeley, elas podem ser divididas em cinco dimensões da personalidade humana:

Abertura ao novo (que se desdobra em curiosidade para aprender, imaginação criativa e interesse artístico); Consciência ou autogestão (determinação, organização, foco, persistência e responsabilidade); Extroversão ou engajamento com os outros (iniciativa social, assertividade e entusiasmo); Amabilidade (empatia, respeito e confiança) e Estabilidade ou Resiliência emocional (tolerância ao estresse, autoconfiança e tolerância à frustração).

A partir do desenvolvimento dessas inteligências, os estudantes ganham maior confiança no processo de aprender, bem como discernimento: o que gostam de estudar, o que desestimula, o que provoca o erro e quais emoções dominam quando fracassam ou são provocados. No âmbito escolar, é positivo também para o aumento do rendimento nos estudos e a diminuição de problemas de comportamento.

Os ganhos são significativos nas expressões de características importantes para a vida de modo geral, como comunicação, criatividade, autoconhecimento, autocontrole, curiosidade, empatia e, principalmente, as habilidades de relacionamento interpessoal. Ganha o aluno, que tem somada à formação técnica e cognitiva essas habilidades emocionais, ganha a escola e os pais desses estudantes, ganha a sociedade.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!