FECHAR

Assine nossa newsletter:

‘Os 7 Hábitos das Famílias’ é uma grande oportunidade de impactar o cotidiano do lar

22 ago, 2019 | Publicado por Líder em Mim

Ao promover mudanças comportamentais no ambiente escolar, o Líder em Mim procura impactar não apenas os educadores, crianças e adolescentes, mas também suas famílias. Muitos pais percebem mudanças gerais no comportamento dos filhos, mas não se aprofundam ou compreendem em detalhes o trabalho que está sendo feito pela escola.

É sabido que toda família tem hábitos próprios e o desafio é levar a mudança de paradigmas proposta pelo Líder em Mim para dentro das casas. A participação dos pais significa que a família e a escola estão juntas em um propósito comum, que é a formação integral das crianças e dos adolescentes.

São inúmeros os impactos positivos para a família

Família engajada e transformação

Entendemos que não é uma responsabilidade da escola ensinar habilidades socioemocionais para os pais. Entretanto, escolas que trabalham a formação socioemocional com seu alunos terão, cada vez mais, resultados melhores se contarem com a parceria da família nesse processo. Portanto, criar oportunidades de esclarecimento (palestras) sobre o que são e a necessidade da formação socioemocional é um caminho. Oferecer cursos de formação são processos ainda mais eficazes; já que o assunto não era tratado antes e as famílias não têm muito acesso a esse tipo de informação e formação.

Leia também: (Des)controle das redes sociais

Se a escola consegue ter um bom trabalho de comunicação e de engajamento nas atividades que desenvolve com seus alunos quando se fala em aprendizagem socioemocional, a chance dos pais compreenderem é maior. Infelizmente, a experiência mostra que essa é uma realidade de poucas escolas. A maioria delas têm grande dificuldade de engajar corretamente a família no assunto. Por outro lado, existem muitas famílias distantes e com menor nível de interesse mais detalhado sobre o que a escola proporciona aos seus alunos.

Alinhando expectativas

Quando a família compreende o que é, o que significa e como ela pode trabalhar isso em casa, temos um melhor resultado no desenvolvimento da criança e do adolescente, pois família e escola trabalham com um objetivo comum, o que fortalece a mudança comportamental dos estudantes. Afinal, habilidades socioemocionais só se desenvolvem se o ambiente é propício – e escola e casa são os dois principais ambientes do estudante. O que adianta ensinar, por exemplo, competências de relacionamento, como respeito, compreender o outro para depois falar ou agir, valorizar o potencial do outro, tudo isso na escola, se em casa o exemplo é o oposto?

É importante frisar que hábitos saudáveis devem ser sempre mantidos e valorizados

“Os 7 Hábitos das Famílias” é uma grande oportunidade de impactar o cotidiano do lar, aumentar o engajamento dos pais junto à escola e fortalecer a confiança no programa e nos processos escolares. Em casa, é importante estar atento e praticar a escuta: compreender o que está por trás de reclamações ou silêncios dos filhos. Buscando o autoconhecimento, autorregulando suas emoções e comportamentos, além de, nas relações cotidianas, valorizar o potencial individual de cada filho.

É possível ainda estabelecer bons exemplos de conduta: ajudar a criança ou o adolescente a identificar objetivos para os planos da família, como uma viagem ou um curso que se vai fazer. Reforçar laços e priorizar os momentos passados juntos, como um almoço ou jantar sem TV ou celular; a presença nos eventos escolares e esportivos dos filhos; explicar quando, às vezes, a prioridade precisa ser o trabalho, ou o cuidado de alguém doente na família; criar tradições familiares, como o almoço de domingo na avó, a escolha de um programa de TV ou um passeio.

Leia mais: Dicas para reinserir seu filho na rotina escolar

Resultados transformadores

São inúmeros os impactos positivos para a família de os pais desenvolverem as habilidades socioemocionais. Pode-se perceber pessoas com melhor autoestima, sentindo-se valorizadas, apoiadas, com melhores relacionamentos entre si, melhor suporte dos pais aos filhos, identificação e prevenção de potenciais problemas – como busca pelas crianças de respostas em bebidas, drogas, Internet sem controle, fazendo ou sofrendo bullying, chamando a atenção por falta de disciplina, falta de interesse nos estudos, dificuldades de relacionamento, e, até, surgimento de distúrbios que levam a doenças como depressão.

É possível ainda estabelecer bons exemplos de conduta

É importante frisar que hábitos saudáveis devem ser sempre mantidos e valorizados. A revisão dos paradigmas propostos pelo Líder em Mim leva a família a uma reflexão sobre hábitos que talvez precisem ser mudados ou novos hábitos que precisam ser criados.

Os 7 Hábitos das Famílias

O Líder em Mim entrega essa formação para a sua escola por meio de um facilitador. Esta formação dura 6h30 e pode ser realizada em um dia ou duas noites consecutivas. As datas e os horários são acordados com o seu assessor pedagógico Líder em Mim. Para a aquisição do curso, consulte seu assessor pedagógico! Para mais informações, acesse aqui.

Fotos: Reprodução

0 Comentários

Os comentários estão fechados.