Qual a importância do feedback?

Líder em Mim

10 de fevereiro de 2021

Compartilhe:

Para qualquer tipo de projeto ou realização que envolve o trabalho em conjunto, precisamos colocar em prática uma atitude que otimiza, corrige erros e melhora os resultados. 

 

O Feedback é uma das formas mais assertivas para qualquer relação e ele sempre guia a um acordo que vai ajudar todos os lados. 

 

E no artigo de hoje, vamos te contar um pouco sobre o que é o tal feedback, qual sua importância e como fazer um bom feedback.

 

Vamos lá?

Mas, o que é o Feedback?

feedback

O feedback é uma resposta, um importante método de comunicação que avalia atividades ou comportamentos, com o objetivo de melhorá-los ou aprimorá-los. Ele é a chave para qualquer tipo de comunicação e pode ser o guia para o sucesso.

Existem três tipos de feedback: 

 

O positivo;

O Construtivo;

O Negativo;

 

Vamos entender cada um deles.

 

O Feedback positivo:

 

É aquele que tem como objetivos elogiar ou reforçar um bom comportamento e assim, estimular a sua repetição. Este é aquele que motiva e dá “um gás a mais” para o trabalho. 

 

O Feedback Construtivo ou Corretivo:

 

Este serve para modificar um comportamento por meio de uma comunicação clara e objetiva, mas que destaca as falhas sem ofender a outra pessoa. 

 

O Corretivo tende a ajudar a perceber o que vem acontecendo de errado e buscar em conjunto a solução para o erro.

 

E o Feedback Negativo?

 

O Negativo é uma resposta que realça os pontos negativos mas não apresenta soluções efetivas de mudanças. É o famoso “falar e não ajudar”. O feedback negativo costuma desmotivar e emperrar os processos.

 

Sem objetivos claros, ele pode ou não ter efeito. É um tipo de resposta não muito indicada e que pode só atrapalhar a realização dos trabalhos. 

 

Qual a importância do Feedback?

 

Agora que sabemos o que e quais os tipos de feedback, vamos entender a sua importância.

 

O feedback é uma forma de comunicação que indica que você se importa com o desenvolvimento pessoal ou profissional do outro. É  a chave para um bom convívio social. 

 

É uma conversa precisa, com afeto e cuidado, mas que deve ser efetiva e transformadora. 

 

E como realizar um bom Feedback?

 

Depois de entender cada ponto, precisamos saber a estrutura de um feedback e conseguir realizá-lo.

 

Vamos criar juntos uma analogia de um “sanduíche”. Sim, o feedback é como um sanduíche:

 

O Pão 

 

Aqui são apresentados os pontos positivos, levantando e dizendo aquilo de melhor.

 

O Recheio:

 

A apresentação do que pode ser melhorado ou os pontos de atenção. Uma das partes mais importantes e delicadas do processo. 

 

O Pão base:

Uma conclusão do raciocínio utilizando palavras positivas que demonstram confiança, aperfeiçoamento e crescimento no trabalho ou nas atitudes de outra pessoa. 

 

Conclusão

 

Agora que entendemos cada bom do desenvolvimento do feedback é hora de caprichar nos sanduíches e ter bastante paciência e empatia para desenvolver os próximos feedbacks.

 

Um bom feedback é igual a um bom resultado.

Compartilhe: