Relato de um Líder: “Lidere a pessoa que alguém pode ser!”

Líder em Mim

16 de junho de 2021

Compartilhe:

Minha jornada de liderança foi de autoconhecimento, seguida pela construção de responsabilidade. Sempre fui uma criança estranha que não se encaixava em nenhum grupo de colegas. Também era um estudante problemático que sempre se metia em problemas. Se meus professores e colegas de classe decidissem montar um ranking de alunos com potencial para liderança, eu com toda certeza nem estaria na lista.

Na época, eu aceitei a realidade e decidi abraçar aquela “verdade”. Durante muito tempo em meu percurso escolar, nunca tentei quebrar o meu paradigma. 

Até que…

Como muitas pessoas, uma professora mudou minha vida. Srta. Vosky foi a primeira dos muitos que causaram um grande impacto em minha vida. Srta Vosky enxergou mais em mim do que eu mesmo poderia e me deu a chance de subir na fila da liderança. No meu colégio, no Sétimo e Oitavo ano, os alunos poderiam servir como fiscais de corredores. Você se alistava e era designado para um dia da semana. Srta Vosky me encorajou a entrar nesta atividade. Então, no final do ano, em frente a todos meus colegas, ela anunciou minha posição de fiscal de corredores. A única pessoa surpresa em todo o colégio fui eu. Era a primeira vez que me conectava com o conceito de que comportamentos geravam grandes impactos em minha vida. E a Srta. Vosky não só viu além do que eu poderia ver em mim, ela também permitiu que minha performance impactasse a vida de outros alunos. E enquanto eu podia, fazia questão de marcar e transformar a vida de outros alunos também.

Tive o grande prazer de me deparar com outros mentores ao longo de minha jornada na escola e na carreira profissional. Essas experiências me moldaram e moldam a forma com a qual trabalho até hoje. E me ensinaram alguns conceitos que aplico todos os dias:

  • Lidere o potencial do próximo! Não apenas o que o próximo é hoje; 
  • Servir o próximo vai exponencialmente aumentar suas oportunidades de influenciar e crescer como líder;
  • Ter conversas difíceis pode alterar tremendamente a vida dos que você lidera. A chave para boas conversas é mostrar que você está em prol do sucesso mútuo e não de seu ego. 

E todas essas dicas formam o meu “Eu líder” de hoje. Lembro todos os dias desses pontos e sei da importância deles para que as coisas aconteçam da melhor forma. Eu preciso ser o melhor em ajudar alguém em seu melhor.

Sobre o autor:

Tom Mahoney é superintende do CSD de Oregon em Illinois e foi nomeado o “Campeão Comunitário Lider em Mim” graças ao seu incrível trabalho na área de liderança educacional.

Tom segue a missão de educar estudantes ao longo da vida para que sejam produtivos e  cidadãos responsáveis, gerando impacto em si mesmo e em todo seu redor. “Lidere, cresça e sirva” Esse é seu lema pessoal e que emprega em cada lugar que passa. 

Compartilhe: