Tempo de tela para crianças: Dicas baseadas em pesquisas

Líder em Mim

13 de maio de 2021

Compartilhe:

O tempo de tela recomendado para crianças é um grande dilema para os pais. Enquanto o digital cresce cada vez mais na educação e na vida, é muito importante que os pais se familiarize com  as recomendações ideias para o uso de tela na infância.

 

Você sabia que, de acordo com um estudo indiano, cerca de 65% dos pequenos estão viciados em dispositivos e são incapazes de manter distância deles mesmo que por 30 minutos? Nos Estados Unidos, 91% das crianças entre 2 e 17 anos jogam videogames todos os dias. 

Esses dados mostram que a maioria dos estudantes ao redor de todo o mundo estão usando serviços digitais para acessar informações e entretenimento. E, por esse motivo, é muito importante entendermos quais as recomendações de tempo de tela para nossas crianças. 

Recomendações de tempo de tela:

 

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), defendeu, em recomendações publicadas em fevereiro de 2020, que crianças de menos de 2 anos não fossem expostas a nenhuma atividade em tela.

 

  • Já as crianças de 2 a 5 anos devem passar apenas uma hora por dia diante de telas. 

 

  • Crianças de 6 a 10, devem gastar no máximo duas horas por dia (e sempre com supervisão de adultos). 

 

  • Para as mais velhas e adolescentes, o limite é de três horas.

Um dos motivos para essas recomendações é que sentar diante de telas muitas vezes equivale a consumir conteúdo passivamente, perdendo oportunidades valiosas (principalmente para as crianças menores) de praticar outras habilidades importantes (e mais enriquecedoras) vindas da interação presencial, do contato com a natureza e com os objetos físicos.

 

Especialistas também dizem que as telas estimulam a produção de dopamina no corpo, que pode causar dependência ou levar a dificuldades para dormir e transtornos de comportamento, em casos mais extremos. 

 

O objetivo é balancear o uso, aproveitando dos benefícios da tecnologia e não deixando que sejam prejudiciais.

 

Tempo de tela: Crie lembretes e rotina de uso


tempo de tela

No Xbox One, Playstation e Nintendo Switch, existe um recurso para ativar um Timer familiar. O interessante é que esse recurso permite que as crianças joguem o videogame, mas com um limite de tempo. Os pais podem definir timer semanais ou diários e especificar o tempo para cada um dos consoles.

 

Uma ótima alternativa para ajudar os filhos a gerenciar o próprio tempo e evitar passar muitas horas na frente da tela é criar esses mecanismos para auxiliar no controle do tempo. 

 

É possível também criar lembretes nos Smartphones para definir o tempo de uso. Ative alarmes e faça combinados para cada aparelho. 

 

Uma dica interessante é o aplicativo Flipd. O Flipd é um app que bloqueia outros apps para você ficar longe do celular e das distrações.É uma excelente forma de controlar o uso e diminuir as distrações ao longo do dia. 

 

Ele pode ser usado por professores em sala de aula, pois possibilita que educadores façam um grupo, criando lembretes de colocar o celular no modo off, por exemplo. Se o aluno se distrair e quiser realmente sair do app, o professor consegue saber essa informação no fim da aula, pelo dashboard do app. Dessa forma, o professor percebe também o engajamento e a produtividade dos alunos durante o EAD.

 

E um ponto a se destacar é que enquanto as crianças estão engajadas e atentas aos horários para uso de aparelhos, elas estão desenvolvendo competências essenciais para o futuro. Competências essas conectadas a aprendizagem socioemocional. 

 

E ao final das contas, a tecnologia não vai desaparecer, na verdade ela vai fazer cada vez mais parte do nosso dia a dia. E nós não devemos lutar contra a evolução, e sim usá-la a nosso favor. 

 

Com tempo adequado de tela e organização da rotina, não tem com o que se preocupar e nossas crianças podem balancear suas vidas com informação, educação e entretenimento.  

 

Compartilhe: